Clube Bom Pastor toma decisão e adia ajuste das taxas de manutenção

A pandemia da Covid-19 impactou sobremaneira a sociedade civil, e pensando nisso, o Clube Bom Pastor decidiu unanimemente em adiar o reajuste de todas as taxas que normalmente acontecem no mês de março. Essas alterações nos valores acontecem anualmente de acordo com os índices de correção do governo.

O presidente, Luiz Gustavo Micherif, reforça que o adiamento deste prazo propõe alívio no momento atual. “Ao mesmo tempo em que as despesas do clube realmente sofreram reajustes, entendemos que o acesso do sócio ao clube está limitado. E, pensando em apoiar o bem estar do sócio, a diretoria resolveu postergar essa correção, conseguindo manter o equilíbrio no caixa”, esclarece.

Nesta semana, Juiz de Fora regrediu para a faixa vermelha do programa municipal de retomada econômica, que proíbe o funcionamento dos clubes sociais da cidade.

O sócio (a) conta com total compreensão da diretoria do CBP, que disponibiliza área no site para emissão de boletos e atendimentos pelo telefone 32 3215-5125.